terça-feira, 3 de novembro de 2009

"Longe de você, meu bem, longe do nosso lar..."





"Não querer ser sempre
Para pra sempre ser
Isso eu aprendi com o vento

Saudade eu tenho de tudo
O que a gente vai viver
Mas ainda não teve tempo

Tudo o que é leve o vento leva
Eu quero aprender um jeito de reinventar
Certeza ou tristeza
De qualquer jeito o vento vai levar
Na brisa do mar
No sopro da vela ao se apagar..."

(Reinvento - Estrela Ruiz/Ceumar)


Eu sinto saudade todo dia, o tempo todo.
Às vezes fica mais leve...outras vezes fica tão forte que parece que o coração não vai caber dentro do peito.
Saudade é a esperança do reencontro, mesmo que demore dias ou anos.
Dizem que a palavra SAUDADE só existe na língua portuguesa e que, além de nós, ninguém sabe ao certo o que significa. Sentem falta, sentem a ausência, mas não sabem o que é sentir saudade.
Eu, assim como vc, preciso aprender um jeito de me reinventar todos os dias pra conseguir lidar com esse sentimento que me faz refém.
Não há outra maneira de conviver com a saudade do que viver dia após dia, na companhia de Deus, contando os minutos pra abraçar novamente os que amamos, cultivando as lembranças de um tempo que passou e sabendo que saudade não é tristeza nem fraqueza, e sim amor.
Eu me sinto viva porque sei que só sinto essa saudade imensa porque amo.


Beijos saudosos a todos que passam por aqui e alegram meus dias!

Um comentário:

Lari Machado disse...

SAUDADE! Que postagem linda! Sim, isso concerteza se chama amor. E eu amei ter lido o que vc escreveu, sempre com palavras lindas e de um modo tão especial. Bom de ler.. =)

Beijos, flor!
Saudades!